junho 09, 2007

Como me identifico com esta música...

"Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma,
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma,

A vida não pára...

Enquanto o tempo acelera e pede pressa,
Eu me recuso faço hora vou na valsa,

A vida é tão rara...

Enquanto todo mundo espera a cura do mal,
E a loucura finge que isso tudo é normal,
Eu finjo ter paciência...

O mundo vai girando cada vez mais veloz,
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós,
Um pouco mais de paciência...

Será que é o tempo que lhe falta para perceber,
Será que temos esse tempo para perder,
E quem quer saber,

A vida é tão rara... tão rara

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma,
Mesmo quando o corpo pede um pouco mais de alma,

Eu sei, a vida não pára...
A vida não pára não...

Será que é tempo que me falta para perceber,
Será que temos esse tempo para perder,
E quem quer saber?!

A vida é tão rara... tão rara...

A vida é tão rara."

(Letra Lenine; Interpretes João Pedro Pais e Mafalda Veiga)

3 comentários:

XmZ disse...

é engraçado como músicas que conhecemos há anos vão parar nas mãos de outras pessoas apenas pelas covers que são feitas á posteriori por outros músicos...

amae disse...

Altamente! a letra até chega a contagiar...li á 1ª á pressa. mas tive de voltar a ler com muita calma. Acho que evuluimos qdo conseguimos estar assim na vida, é muito dificil -;)) por acasso andas a fazer Yoga!!??? ih ih ih ou é de mesmo de ti??

sweet disse...

Olá!
Para onde posso mandar o(s) convites?
Bjs